Pe. Cláudio Weronig

 

......

Oblatos de Maria Virgem
VOCAÇÃO

A verdadeira alegria não vem das coisas, do ter, não!

A alegria nasce da gratuidade de um encontro!

Ao chamar-vos, Deus vos diz: «Tu és importante para mim, eu te amo, conto contigo».

Jesus diz isto a cada um de nós! Disto nasce a alegria!

A alegria do momento no qual Jesus olhou para mim.

Compreender e sentir isto é o segredo da nossa alegria.

Sentir-se amado por Deus, sentir que para Ele nós não somos números, mas pessoas;  e sentir que é Ele que nos chama.

Tornar-se sacerdote, religioso, religiosa não é primariamente uma nossa escolha, mas é a resposta a um chamado, a um chamado de amor.

Sinto algo dentro, que me desassossega, e respondo sim”.


S.S. Papa Francisco,
07 jun. 2013.



Caríssimo jovem,

Nosso Senhor nos pediu que rezássemos ao Dono da Messe para que enviasse mais operários, dada a imensidão da seara e o pequeno número de trabalhadores.

A nossa família religiosa, Congregação dos Oblatos de Maria Virgem, se sente chamada a servir, nas pegadas do Venerável Padre Pio Bruno Lanteri, com a Igreja, no mundo, à Evangelização. Como ele, consagramos nossa vida ao Senhor, pelas mãos da Virgem Maria, para sermos “sal e luz” onde Ele nos envia.

A nossa caminhada de formação começa com um primeiro contato do jovem vocacionado através do preenchimento da ficha vocacional, neste site. O nosso padre indicado para as vocações entrará, então, em contato para um primeiro bate-papo e iniciar, assim, a caminhada de discernimento vocacional, marcada por visitas, encontros, troca de correspondências, etc.

As etapas que realizamos são as seguintes:

- aspirantado, num período de seis meses, que se inicia geralmente em agosto até o final de cada ano quando, vivendo na comunidade de formação, se conhece, se reza e busca se direcionar rumo ao real chamado de Nosso Senhor;

- postulantado, que coincide com o período acadêmico de Filosofia (três anos), realizado na Faculdade de São Bento, SP, e com uma caminhada formativa especial no Seminário;

- noviciado, olhando para Padre Lanteri como um modelo de seguimento ao Senhor, vive-se então no noviciado uma experiência mais profunda de conhecimento da vida do Fundador e dos carismas da Congregação; este ano especial se encerra com a primeira profissão dos votos evangélicos de obediência, pobreza e castidade;

- juniorado, com a primeira profissão dos votos inicia-se este período significativo que abrange os quatro anos de estudos de Teologia, feitos no Studium Theologicum, em Curitiba, PR. A cada ano os votos são renovados e, ao fim dos estudos, são confirmados por toda a vida; então, para aqueles que se sentem chamados ao presbiterado, dão se as ordenações.

Vale a pena consagrar a própria vida ao Senhor, e vale a pena fazê-lo como Oblato de Maria Virgem!

O Papa Francisco nos animou a dar esse passo na vida religiosa com as palavras:

Jesus vem ao nosso encontro na Igreja,
através do carisma de fundação de um Instituto:
é bom pensar deste modo na nossa vocação!
O nosso encontro com Cristo adquiriu a sua forma na Igreja
mediante o carisma de uma sua testemunha,
homem ou mulher.
Isto surpreende-nos sempre, enquanto nos leva a dar graças!
E inclusive na vida consagrada vivemos o encontro entre os jovens e os anciãos,
entre observância e profecia.
Não as vejamos como se fossem duas realidades opostas entre si!
Pelo contrário, permitamos que o Espírito Santo anime ambas,
e o sinal disto é a alegria:
o júbilo de observarmos, de caminharmos numa regra de vida;
e a alegria de sermos orientados pelo Espírito Santo,
nunca rígidos, jamais fechados,
mas sempre abertos à voz de Deus
que fala, que abre, que conduz
e que nos convida a caminhar rumo ao horizonte”.
Papa Francisco, 02 fev. 2014
Que tal dar esse passo?

Coragem!

Assista ao video abaixo:

Ficha Vocacional:



Data incorreta.



   

Formato incorreto.

   

Formato incorreto.     Formato incorreto.

Campo email é obrigatório.
Esse não é um email válido.










Possui irmãos?
SIM  NÃO 
   

Estuda?
SIM  NÃO 

Trabalha?
SIM  NÃO 












Deseja consagrar sua vida como
Irmão  Padre 

Tua família apoia o teu anseio?
SIM  NÃO 



Já fez experiência vocacional ou já foi seminarista em alguma Diocese ou Congregação religiosa?
SIM  NÃO 




Anexar Foto





VOLTAR